sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Cuidados com a alimentação dos cães após a castração

09:11

Obesidade em animais castrados pode ser controlada com alimentação adequada, ingestão equilibrada de determinados nutrientes e atividades físicas

A castração agrega muitos benefícios à saúde dos cães e a cada dia cresce o número de machos e fêmeas castrados, seja por desejo de seus proprietários ou pela indicação incisiva por parte dos médicos veterinários.


Mas, afinal, o que é a castração? Quais os benefícios que pode proporcionar?

A castração é a retirada dos testículos nos machos e mais comumente dos ovários e útero nas fêmeas, com o propósito de impedir a reprodução. Porém, muitos outros benefícios podem advir da castração, principalmente se ela for realizada em animais ainda jovens, antes de sua entrada na puberdade.

Nas cadelas, a castração previne o desenvolvimento dos tumores de mama (principalmente quando realizada antes do primeiro cio), auxilia na prevenção de tumores de útero e ovários, de infecções uterinas e evita ainda a ocorrência da pseudociese, conhecida popularmente como “gravidez psicológica”. Em machos auxilia na diminuição de comportamentos indesejáveis, como urinar em móveis e objetos para demarcação de território, “namorar” na perna das pessoas, além de diminuir a agressividade e prevenir o desenvolvimento da hiperplasia da próstata e dos tumores dos testículos e próstata.

No entanto, após a castração ocorrem alterações hormonais que levam a mudanças no organismo, tornando necessários cuidados especiais com a alimentação para que efeitos indesejáveis não se sobreponham aos ganhos à saúde. Estudos mostram que após a castração ocorre uma diminuição do gasto de energia pelo organismo, uma menor capacidade de controle da saciedade e um menor interesse pela atividade física. Quando estes fatores se somam a um estilo de vida mais sedentário e/ou à predisposição genética para o excesso de peso, rapidamente os cães se tornam obesos. Isso é muito indesejável porque a obesidade por si só é uma doença e ainda pode agravar ou desencadear outros problemas de saúde.

Assim, para manter a saúde e a condição corporal dos cães castrados é interessante que se ofereça um alimento específico, que deve incluir, além, dos benefícios para a saúde geral e aparência, os seguintes cuidados:
  • teores moderados de gordura e energia para auxiliar no controle do ganho de peso;
  • elevados níveis de proteína para manutenção da massa muscular;
  • fibras de boa qualidade em maior quantidade para auxiliar na manutenção da saciedade;
  • fontes de carboidratos de baixo índice glicêmico, que favorecem uma manutenção da glicemia (nível de açúcar no sangue) e, como consequência, colaboram para a manutenção da saciedade.

Em relação à rotina e ao manejo alimentar, é fundamental que o cão seja estimulado a brincadeiras e que sua rotina de passeios seja mantida para auxiliar no gasto de energia. Também é importante evitar o uso de petiscos e alimentos extras em demasia para prevenir a ingestão de calorias em excesso.

Observar todos estes cuidados permite que se otimize ao máximo os ganhos resultantes da castração e que se minimize os possíveis inconvenientes que ela pode trazer, promovendo saúde, longevidade e qualidade de vida. Vale muito estar atento a esses cuidados, afinal, cuidar da alimentação do animal de estimação é também uma prova de amor.

Fonte: PetMag
Texto: Keila Regina Godoy

Written by

We are Creative Blogger Theme Wavers which provides user friendly, effective and easy to use themes. Each support has free and providing HD support screen casting.

0 comentários:

 

© 2013 Espaço VetZoo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top