segunda-feira, 21 de maio de 2012

Castração: o que é? Por que é importante?

10:35

Like Cats and Dogs photo by Alan Bruce
Uma das bases da Posse Responsável é a castração, uma cirurgia relativamente simples e barata, cujo objetivo é impedir a procriação de cães e gatos, machos ou fêmeas.

Para machos, consiste na retirada dos testículos. Nas fêmeas, são retirados o útero e os ovários. O animal recebe anestesia geral, o que garante um procedimento totalmente indolor, e a cirurgia termina – na maioria das vezes – em menos de meia hora.

Castrar um animal, cão ou gato, macho ou fêmea, é um verdadeiro ato de amor. Veja o porquê:


1. Feita precocemente (antes do primeiro cio) evita uma série de cânceres relacionados ao sistema reprodutor – mesmo quando realizada após isso, pesquisas indicam que continua sendo eficaz na prevenção de diversas inflamações de mamas e piometria (infecção do útero) tanto em gatas quanto em cadelas, e inflamações nos testículos e próstata de cachorros e gatos.

2. Diminui ou elimina comportamentos relacionados aos cios e à excitação sexual – xixi demarcando território, agressividade, fugas (procurando um parceiro para cruzar), uivos e miados (típicos de cio!), sangramento como menstruação nas fêmeas, gravidez psicológica (sim, existe!), entre outros inconvenientes.

3. Como não há reprodução, doenças genéticas não são perpetuadas.

4. Contribui para a diminuição de animais abandonados.

Um casal de animais e seus descendentes podem gerar em 5 anos, 12. 680 crias!

Há menos lares disponíveis do que animais nascendo sem controle. Os filhotes dos seus peludos podem representar os números do abandono.

Vamos ser realistas: você não tem como saber se os donos dos futuros filhotes serão pessoas responsáveis que não os abandonarão quando deixarem de ser fofinhos, rasgarem o sofá, adoecerem ou ficarem idosos. Também não poderá saber o que farão com os peludos quando viajarem, engravidarem ou mesmo se mudarem.

Uma série de mitos envolve a cirurgia de castração, mas é impressionante que as ditas pessoas “mais esclarecidas” são justamente as que demonstram maior resistência com relação ao procedimento.

Vamos esclarecer então algumas dúvidas:

Meu animal vai sofrer! É uma maldade! Ele estará anestesiado e a recuperação ocorre muito rapidamente – em cerca de uma semana. Várias doenças podem ser evitadas e, estas sim, podem trazer muito sofrimento.

Mas ele vai sentir falta de cruzar! Animais castrados não sentem vontade de cruzar. Tampouco é algo que eles têm de fazer. Ao cruzar, ele só segue seus instintos. Castrando, tais instintos são eliminados. Portanto, a “vontade” desaparece – mesmo em animais que já tenham cruzado antes.

Poxa, mas ele precisa cruzar pelo menos uma vez… Nada, absolutamente nada na natureza do animal indica que ele precisa cruzar ou procriar. O que você fará com os filhotes? Dar? Vender? E o que garante que esses filhotes não serão abandonados? Você se considera uma pessoa responsável?

Ele vai ficar gordo! Algumas pesquisas indicam que a castração aumenta o apetite em alguns animais (não em todos). Obviamente isso é facilmente controlado com atividades físicas, passeios, brincadeiras e com uma alimentação balanceada. Há várias marcas de ração com esta finalidade. Lembre-se que ao envelhecer, o animal também apresenta tendência a engordar, seja ele castrado ou não. Ou seja, esta é uma situação que, mais cedo ou mais tarde, você terá de enfrentar.

Ele não vai mais querer vigiar a casa. Nada interfere no instinto de proteção do animal. A única coisa que muda é que ele não irá mais urinar demarcando território. Observe que, se o peludo já tiver passado da “puberdade”, este hábito pode permanecer.

É muito caro! O Centro de Controle de Zoonoses de Manaus realiza castrações gratuitamente. Você precisa comparecer ao local e agendar a cirurgia. Demora alguns meses, devido à grande demanda, mas é inteiramente gratuito. Lembre que as vagas de castração são limitadas. Se você tem boas condições financeiras, procure uma clínica. Além de não ter de esperar alguns meses por uma vaga, como ocorre no CCZ, você estará agindo em favor da população carente, que realmente necessita dessas cirurgias gratuitas. Uma operação em um animal de pequeno porte custa menos de R$ 100,00 e a maioria das clínicas ainda aceita cartão de crédito e parcela. Não tem desculpa.

Há algumas divergências sobre quando se pode castrar um animal, mas é consenso que não é necessário esperar o primeiro cio – que ocorre por volta dos seis meses.

Nos Estados Unidos, há veterinários que castram um animal por volta de 7 a 8 semanas. Aqui no Brasil, a maioria dos veterinários indica a castração após os 4 meses de vida, logo após a aplicação das três primeiras doses de vacina.

Em gatos castrados muito precocemente, há estudos relacionando problemas urinários à cirurgia, mas não há pesquisas conclusivas quanto a isto.

Toda cirurgia envolve riscos. Porém, reflita: as vantagens são muito mais numerosas. Consulte sempre um bom veterinário e tire todas as suas dúvidas.

Fonte: ComPaixão Animal publicado em D24am

Written by

We are Creative Blogger Theme Wavers which provides user friendly, effective and easy to use themes. Each support has free and providing HD support screen casting.

0 comentários:

 

© 2013 Espaço VetZoo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top