quinta-feira, 15 de março de 2012

Cirurgia de Catarata em Cães e Gatos

11:06

A catarata é uma opacidade no cristalino. O cristalino dos cães é uma lente biconvexa com pouco poder de acomodação (capacidade de focar objetos a distâncias variadas).O cristalino possui uma cápsula anterior e uma posterior ambas parecidas com celofane.

Algumas causas de catarata incluem:
Defeito genético, inflamação intra-ocular, doenças da retina, traumatismos, diabetes e senilidade.

A classificação das cataratas pode ser quanto a sua localização: Capsular, sub -capsular, nuclear e cortical.

Quanto a idade em que ocorrem podem ser: 
Até 2 anos de idade no cão: congênita ou hereditária , sendo que a congênita pode ser deflagrada pelo estado materno ( infecção , toxemia , etc...).
De 2 anos até 5 ou 6 anos classificamos como cataratas juvenis ( hereditária , diabétogênica , Traumática , etc...).
De 6 anos em diante (no cão) e em 20 anos (cavalo) classificamos como cataratas senis.

Seu estado relativo a transparência é classificado como: 

Catarata incipiente, imatura, madura e hipermadura. Todas as fases são relacionadas aos achados encontrados na examinação clínica relativos ao reflexo tapetal : + , -- , + ou --.

O tratamento das cataratas é cirúrgico , não existindo até o momento drogas disponíveis para estacionar ou tratar opacidades do cristalino.

As técnicas cirúrgicas existentes para tratamento das cataratas são : Aspiração/dissecção , intra-capsular ,extra-capsular e facoemulsificação.

Raças com Cataratas Hereditárias

Afghan Hound
Beagle
Cavalier
Cocker Spaniel
Golden retriever
Husky Siberiano
Labrador retriever
Old English Sheepdog
Pastor Alemão
Pointer
Poodle Toy e Miniatura
Schnauzer Miniatura
Setter Irlandês
Welsh Corgi
West Highland White Terrier

Esclarecimentos para Veterinários:

1)Cirurgia de catarata é um procedimento eletivo com bom grau de sucesso (90%).

2)Exames pré-operatórios como risco cirúrgico ou avaliação cardíaca são de responsabilidade do clínico que nos referendar o paciente.

3)Achamos imperativo a realização de um Eletroretinograma antes de perfazermos uma cirurgia de catarata, assim como uma ultrassonografia ocular. O antigo método de avaliação retiniana através dos reflexos pupilares está desatualizado"Respostas pupilares persistem por londos períodos de tempo ainda que após a perda detectável da visão "Dr. Gustavo Aguirre.
Se após o Eletroretinograma a retina do animal estiver com alterações deveremos conversar com os proprietários pois não poderemos garantir o recobramento da visão nos casos de Atrofia Progressiva de Retina.Se o ERG não estiver completamente "apagado" existe pequena chance do paciente recobrar a visão por um período indeterminado de tempo.

4)A idade do animal não é fator impeditivo.Nossa anestesia é volátil com monitorização e os procedimentos de facoemulsificação são extremamente rápidos com o paciente não permanecendo anestesiado por mais de vinte minutos.

5)Quanto mais precocemente operarmos melhores serão os resultados(cataratas imaturas). Hoje em dias operamos animais sem potencial de recobramento da visão apenas para controle da uveíte facogênica que sempre acompanham as cataratas dos cães e se tornam dolorosas podendo essa inflamação crônica a levar a glaucomas secundários muito dolorosos. Ou seja cataratas não ficam em silêncio. Elas sempre provocam reações inflamatórias que levam invariavelmente a variadas complicações.

Fonte: www.compuland.com.br

Written by

We are Creative Blogger Theme Wavers which provides user friendly, effective and easy to use themes. Each support has free and providing HD support screen casting.

0 comentários:

 

© 2013 Espaço VetZoo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top