terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Égua ancestral dos cavalos atuais viveu há 140 mil anos, diz estudo

11:41

Segundo uma pesquisa publicada nesta segunda-feira (30) pela revista científica “Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS)”, todos os cavalos do mundo são descendentes de uma égua que viveu há 140 mil anos.
A análise genética foi feita em cima do DNA mitocondrial, que traz a herança apenas da mãe e facilita a montagem de uma árvore genealógica. 
O estudo foi feito com animais domesticados que vivem na Ásia, na Europa e nas Américas. Os equinos foram classificados em 18 haplogrupos – diferentes grupos de indivíduos que reúnem certas características genéticas.

Segundo a equipe liderada por Antonio Torroni, da Universidade de Pavia, na Itália, essa variedade genética é grande, se comparada à de bois e ovelhas, também domesticados. Isso significa que, ao contrário do animais usados na pecuária, que foram domesticados a partir de pontos isolados, os cavalos foram incorporados pelos homens em vários locais diferentes na Europa e na Ásia.
Os autores acreditam ainda que a definição dos grupos genéticos dos cavalos ajude na classificação de fósseis equinos e na avaliação genética desses animais, incluindo cavalos puro-sangue e de corrida.
O artigo foi editado pelo pesquisador brasileiro Francisco Salzano, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Fonte: G1

Written by

We are Creative Blogger Theme Wavers which provides user friendly, effective and easy to use themes. Each support has free and providing HD support screen casting.

0 comentários:

 

© 2013 Espaço VetZoo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top