sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Todo animal branco é albino?

09:39

Na imagem, um raro porco-espinho albino
Na natureza, todo e qualquer ser que se diferencie dos demais chama a atenção e provoca curiosidade. Com os albinos não seria diferente, a incapacidade do animal em fabricar melanina, responsável pela pigmentação, o deixa branco. Os albinos são raros, resultados de mutações esporádicas. No entanto, é importante ter em mente que nem todos os animais brancos são necessariamente albinos. "Não ter pigmentação, ou ter pouca, não implica ser albino", explica o professor da Faculdade de Biociências da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) Eduardo Eizirik. Há diferentes tipos de mecanismos moleculares que permitem que a pelagem de um animal seja clara.

Para determinar se ele é mesmo albino, é necessária a análise da enzima tirosinase, principal responsável pela produção de melanina. Por exemplo, gatos siameses têm mutação na tirosinase, mas não são completamente albinos. "O albinismo estrito implica na completa perda de função dessa enzima", afirma o professor da PUCRS que é doutor em genética evolutiva, com foco na pigmentação de felinos. Além da pele branca, outra característica que pode ser observada em animais albinos são os olhos vermelhos, que também são atingidos pela falta de pigmento. Com condição hereditária recessiva, para que um filhote nasça albino, o pai e a mãe devem ter o alelo recessivo para o albinismo.

Possíveis problemas


Os seres albinos costumam ter uma sobrevida menor, se comparada aos demais, e geralmente não deixam descendentes. Isso ocorre em razão das complicações que podem ser associadas aos que tem essa mutação. Um dos principais motivos é o fato de animais silvestres não terem muitas chances de se camuflarem na natureza, com o objetivo de se proteger de predadores. A seleção natural acaba tendo um impacto maior sobre estes indivíduos.

Além disso, esses animais tem uma predisposição para tumores. De acordo com o professor titular do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (USP), Enrico Lippi Ortolani, animais claros, especialmente os albinos, sofrem com queimaduras solares que, a médio e longo prazo, levam a formação de tumores cutâneos e oculares.

Já a professora do Departamento de Genética da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Maria Cátira Bortolini é um pouco mais cautelosa em relação às desvantagens de seres com problemas de pigmentação. Segundo ela, dependerá do contexto ambiental em que o animal está inserido. Um urso polar, por exemplo, consegue se camuflar no seu ambiente e isso se configura numa vantagem. "Variabilidade é a mola mestra da evolução", declarou a professora.

Fonte: Terra - por Juliana Lisboa (acessado em 16/12/2011)

Written by

We are Creative Blogger Theme Wavers which provides user friendly, effective and easy to use themes. Each support has free and providing HD support screen casting.

0 comentários:

 

© 2013 Espaço VetZoo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top