sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Estudo do vírus da Marek lança novas luzes sobre o câncer humano

09:43


Novas descobertas relacionadas ao comportamento, nas aves, do vírus responsável pela doença de Marek devem ajudar a compreender melhor alguns tipos de câncer que atingem o homem.

Mas segundo os autores do estudo, essas descobertas terão maior implicação na indústria avícola, pois tornarão possível desenvolver linhagens de aves com mais resistência à doença.

Desenvolvida conjuntamente pelo Instituto Roslin da Universidade de Edimburgo (Escócia) e pelo Instituto de Saúde Animal (Inglaterra), a pesquisa identificou um gene – chamado de IRG1 – que torna as aves mais suscetíveis à doença ao agir de forma oposta aos mecanismos de defesa do organismo.


Isso, de acordo com o Professor Pete Kaiser, membro do Instituto Roslin e líder da pesquisa, é que pode estar fazendo com que a doença venha se tornando, cada vez mais, resistente à vacinação. “A identificação do gene que aumenta o risco da doença de Marek pode auxiliar-nos a desenvolver aves menos suscetíveis à infecção”, destaca Kaiser.

Mas não é só isso que torna estimulantes os resultados da pesquisa. Pois ainda de acordo com o Professor de Roslin, ao descobrir como as aves afetadas pela Marek falharam no combate ao desenvolvimento de tumores, “podemos aprender mais sobre a maneira de ação de determinados vírus cancerígenos no organismo humano”.

Entre esses vírus estão – conforme os pesquisadores britânicos – o causador do papiloma humano, responsável por cânceres cervicais, e um dos tipos de vírus causador do sarcoma de Kaposi que afeta pacientes com AIDS.

Clique aqui para conhecer, no Journal of Virology, mais detalhes da pesquisa conjunta realizada por escoceses e ingleses.

Fonte: AviSite - Redação

Written by

We are Creative Blogger Theme Wavers which provides user friendly, effective and easy to use themes. Each support has free and providing HD support screen casting.

0 comentários:

 

© 2013 Espaço VetZoo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top